UMA POR DIA


Dia de São Pixinguinha by umapordia
fevereiro 17, 2009, 2:08 pm
Filed under: Outras | Tags:

Amigos, ontem logo antes de dormir, já havendo postado a música de hoje, pensei: “ih, 17 de fevereiro, se lembro bem hoje é o aniversário da morte de Pixinguinha”. Pois é, no google, de manhã, não deu outra: 17 de fevereiro de 1973. Eu estou com Vinícius, que dizia que se pudesse nascer de novo, queria ser Pixinguinha. As histórias da vida do “São Pixinguinha” costumam ser muito bonitas. Até a da morte dele daria uma bela cena do melhor filme italiano que se poderia fazer no Brasil. Morreu num sábado de carnaval, na Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, quando se preparava para batizar um afilhado. Pra minha filha, desde pequena, a Nossa Senhora da Paz é a “igreja do Pixinguinha, papai” hehehe. O carnaval de 73 chorou…

Tô postando o documentário curta-metragem “Pixinguinha e a Velha Guarda do Samba” (10min). Há poucos registros em vídeo do Mestre, padroeiro da música brasileira. Esse documentário, dirigido por Ricardo Dias e Thomas Farkas, foi feito a partir de belíssimas imagens que este último registrou de show de 1954. A gravação não tinha áudio: conseguiram fazer uma boa montagem com áudio da época. O documentário conta um pouco da história das imagens, mas a partir dos 5 minutos aparecem essas imagens tão adoráveis de Pixinguinha, Benedito Lacerda, João da Baiana, Donga, Almirante e outros cantando, dançando, se divertindo e divertindo. As músicas são “Ele e Eu” e “Patrão, prenda Seu Gado”. Salve São Pixinguinha!

Amigos, ayer justo antes de dormirme, ya habiendo posteado el tema de hoy, me acordé “ih, 17 de febrero, se acuerdo bien hoy es el aniversario de la muerte de Pixinguinha”. Pois si, en google, por la mañana, no hubo otra: 17 de febrero del 1973. Estoy con Vinicius, que decia que si pudiera nascer otra vez, le gustaria nascer Pixinguinha. Las historias de la vida de “San Pixinguinha” suelen ser muy bonitas. Hasta la de su muerte daria una linda escena de la mejor película italiana que se podría hacer en Brasil. Murió en un sábado de carnaval, en la Iglesia Nossa Senhora da Paz, en Ipanema, quando se preparaba para bautizar un ahijado. Para mi hija, desde chica, la Nossa Senhora da Paz es la”iglesia de Pixinguinha, papá” jejeje. El carnaval del 73 lloró…

Estoy posteando el documental cort0-metraje “Pixinguinha y la Vieja Guardia del Samba” (10min). Hay pocos registros en video, patrón de la música brasilera. Ese documental, dirigido por Ricardo Dias y Thomas Farkas, fué hecho a partir de muy lindos imagenes que este último registró de un concierto en 1954. La grabación no tenia audio: lograron hacer una buena edición con audio de la época. El documental empieza contando un poco de la história de las imagenes, pero a partir de los 5 minutos vienen esas escenas tan adorables de Pixinguinha, Benedito Lacerda, João da Baiana, Donga, Almirante y otros cantando, bailando, divirtiendose y divirtiendo. Los temas son “Ele e Eu” e “Patrão, prenda Seu Gado”. Salve São Pixinguinha!


Anúncios



%d blogueiros gostam disto: