UMA POR DIA


Eis o “ôme”! Noriel Vilela e o elo perdido entre a umbanda e o sambalanço by axolotlbrasil
maio 7, 2012, 4:25 pm
Filed under: Uncategorized | Tags:

Image

A morte prematura de Noriel Vilela (diz a Wikipedia que ele morreu em 1974 “devido a uma reação alérgica à anestesia de seu dentista”) nos privou de um cantor de timbre original – lembra da voz grave de “16 toneladas”, regravada pelo Funk como le gusta? – e também de uma fusão interessantíssima do sambalanço com a umbanda. “Eis o ôme” (1968), seu único disco solo (antes integrou o grupo vocal “Nilo Amaro e seus cantores de ébano”), tem doze faixas e todas têm como tema a umbanda – em “Eu tá vendo no copo”, um Preto-Velho conversa com seu consulente no mais puro dialeto umbandista. Não consegui descobrir de quem são os arranjos, mas não me surpreenderia se fossem do Maestro Erlon Chaves, também falecido prematuramente no mesmo ano fatídico.

Escute aqui!

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: