UMA POR DIA


Aniversário de um Jedi: Villa-Lobos by umapordia
março 5, 2009, 4:23 pm
Filed under: Outras | Tags: ,

Amigos, Villa-Lobos faria 122 anos hoje. Eu fiquei na cabeça com aquele negócio do Ed Motta, que, no dvd Ouro Negro, em homenagem ao Moacir Santos, chama o próprio Moacir, o Villa, o Tom e outros de Jedis. Pô, pra galera da nossa geração, essa palavra diz tudo. O que podem esses gênios quererem mais do que serem Jedis, guardiães da força, inspiradores de tanta coisa boa que vem depois. É isso aí, um abraço pro Villa, que deve estar tomando uma cerveja em algum lugar com seu amigo Pixinguinha, com o discípulo Tom, com o maestro Moacir Santos, “que não é um só, é tantos”, e com tanta gente que já se foi. E este ano, não se esqueçam, é o jubileu do falecimento do Villa. Como recordação, a gravação de Edu Lobo para o  “O Trenzinho do Caipira” (originalmente, o 4º movimento  das Bachianas nº2), com letra do poeta Ferreira Gullar, bem no espírito de música popular com que acho que o maestro teria gostado de ver boa parte de seus temas recordados (gravação de 1978, do disco Camaleão). Valeu ao amigo CV pela lembrança. Abraços!

Amigos, Villa-Lobos haria 122 año hoy. Me quedé en la cabeza con aquello que dijo Ed Motta, quien, en el DVD Ouro Negro, en homenaje a Moacir Santos, llama al proprio Moacir, a Villa, a Tom y a otros de Jedis. Bueno, para la gente de nuestra generación, esa palabra dice todo. Que pueden esos genios quereren más que seren Jedis, guardianes de la fuerza, inspiradores de tanta cosa buena que vino despues. Es eso, un abrazo para Villa, que debe de estar tomando una cerveza en algun lugar con sua amigo Pixinguinha, con el discipulo Tom, con el maestro Moacir Santos, “que no es uno solo, es tantos”, y con tanta gente que ya se fué. Y este año, no se olviden, es el jubileo de fallecimiento del maestro Villa. Como recuerdo, la grabación de Edu Lobo para el “O Trenzinho do Caipira” (“El Trencito del Paisano”) (originalmente el 4º movimiento de las Bachianas nº2), con letra que la puso el poeta Ferreira Gullar, bien en el estilo de musica popular con que creo que al maestro le hubiera gustado ver muchos de sus temas recordados (gravación de 1978, del disco Camaleão). Gracias al amigos CV por el recuerdo. Abrazos!


Anúncios

5 Comentários so far
Deixe um comentário

Linda, super delicada… amei. Beijoss

Comentário por Tania

Tania, esse trenzinho do Edu Lobo é das coisas mais lindas que há. É dessas músicas que as crianças deviam aprender na escola. Da mesma forma que crescem conhecendo o “Carinhoso” do Pixinguinha (acho que ainda aprender na escola, não é?), cresceriam conhecendo o “Trenzinho” do Villa-Lobos. Que bom que vc gostou… beijoo

Comentário por umapordia

Du cacete!!!!

Comentário por felipe do lago

Fala Felipe, valeu!! Bom que vc curtiu, o mestre Villa merece, bom demais saber que continua visitando o blog. Abraço forte
Carlos

Comentário por umapordia

Carlito,

bela lembrança e excelente posting. Sou suspeito para falar, pois só consigo pensar no adjetivo genial para me referir a obra do Villa-Lobos. Durante o período em que escrevi a minha dissertação de mestrado, só escutei Villa-Lobos e o seu discípulo espiritual, o Egberto Gismonti. Fiz um agradecimento especial a eles no texto pela inspiração. Entre todos os jedis, creio que dá para dizer que o Villa é o Meste Yoda. Vem dele, sem dúvida, uma importante vertente de modernização da música brasileira que, obviamente, vai dar na música do Tom e do Edu Lobo. Não bastasse isso, como você sabe, ele teve um papel fundamental na educação musical dos jovens nos anos 30 com os programas de cantos orfeônicos. O nosso Índio de Casaca desempenhou um papel fundamental – e ouso a dizer não apenas no Brasil – de contribuir para borrar essa distinção entre a música erudita e a música popular. Ele mostra para quem quiser ver que essa separação é absolutamente artificial. É claro que outros compositores fizeram isso durante o século XX, sobretudo aqueles de “países periféricos” no circuito dito erudito. Ainda assim, creio que o Villa-Lobos tenha sido o exemplo mais eloquente e bem acabado.

Comentário por Gustavo




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: